Museus do Rio de Janeiro

7 museus imperdíveis no rio de janeiro

Tempo estimado de leitura: 9 min

O Rio de Janeiro é parte importante da história do nosso Brasil. Por isso, uma viagem ao Rio merece muito mais que conhecer praias, Cristo Redentor e Pão de Açúcar. Que tal conhecer essa seleção de 7 museus imperdíveis no Rio de Janeiro?


Os museus no Rio de Janeiro são atrativos que ajudam a manter viva a cultura local. E o recente incêndio no Museu Nacional, um dos mais antigos e importantes do país, chamou a atenção para a necessidade de conhecer e valorizar esses espaços que, muitas vezes, são esquecidos.

A tragédia no Museu Nacional levantou discussões e, por outro lado, trouxe também mais visibilidade a outros museus espalhados pela cidade – das obras de arte às obras interativas, dos espaços modernos às construções e objetos que fazem parte da história, são muitas as opções.

Para quem viaja com crianças, visitar os museus do Rio de Janeiro também é um ótimo passeio, além de uma oportunidade de aprendizagem e desenvolvimento. Basta escolher o que se adéqua melhor à idade e ao gosto dos seus pequenos.

Uma dica legal para incentivar as crianças no mundo dos museus é conversar antes, contar um pouco da história e o que poderão encontrar, despertando a curiosidade e fazendo com que a criança fique interessada quando chegar ao local.

Por isso, nós listamos sete museus do Rio de Janeiro que valem uma visita. Confira:

Índice do Post:

(clique para ir direto ao museu de seu interesse)

Museus no Rio de Janeiro

Veja no mapa abaixo a localização dos melhores museus do Rio de Janeiro e as atrações próximas que você pode combinar com sua visita.

Museu do Amanhã

Uma das atrações mais recentes do Rio de Janeiro, inaugurado no fim de 2015, depois da revitalização da Praça Mauá, o Museu do Amanhã virou o cartão-postal da região portuária, especialmente devido ao seu formato diferente, com projeto arquitetônico do espanhol Santiago Calatrava. Se tornou, também, um dos lugares mais visitados por turistas e moradores.

Museu do Amanhã

O Museu do Amanhã é um museu diferente, de ciência e inovação, que mostra a trajetória do planeta, com a proposta de estudar o futuro do mundo e possibilidades de transformação. Em cada ambiente, a partir de informações e do material interativo (tudo em português, inglês e espanhol), o visitante é levado a compreender e pensar sobre uma questão importante: como chegamos aqui, quem somos, onde estamos e para onde vamos?

A ideia é que cada um possa refletir sobre o impacto de nossas ações no mundo e o que queremos deixar às próximas gerações. O Museu do Amanhã possui, também, exposições temporárias, atividades culturais e uma lojinha de souvenires.

►Nós estivemos por lá e contamos sobre a nossa visita ao Museu do Amanhã.

Endereço: Praça Mauá, 1 – Centro – Rio de Janeiro/RJ
Funcionamento: de terça a domingo de 10h às 18h30 (última entrada às 17h30).
Preço: R$ 20,00.

  • Entrada gratuita às terças-feiras.
  • Crianças de até cinco anos e a partir de 60 anos não pagam.
  • De quarta a sexta entrada gratuita para estudantes e professores da rede pública, portadores de deficiência (com acompanhante), menores de cinco anos e maiores de 60.
  • Meia-entrada para menores de 21 anos, estudantes de escolas particulares e de universidades particulares e públicas, professores da rede privada, portadores de deficiência, nascidos ou residentes no Rio de Janeiro.

Mais informações: (21) 3812-1800 / https://museudoamanha.org.br/

Voltar ao índice do post

Museu de Arte do Rio

Com um grande acervo de obras de arte, o Museu de Arte do Rio foi inaugurado em 2013 na Zona Portuária e funciona em duas construções diferentes interligadas – uma com estilo moderno e outra com estilo antigo, que foi o antigo palacete de D. João VI.

Museu de arte do rio

O Museu de Arte do Rio, ou simplesmente MAR, possui quatro pisos, sendo um só com obras sobre o Rio de Janeiro e outro só para arte contemporânea, além das muitas salas que sempre recebem novas exposições temporárias.

Na cobertura fica o Restaurante Mauá. No terraço tem um café e espaço para eventos. E é nesse terraço que você encontra o melhor lugar para admirar o Museu do Amanhã do alto e contemplar um visual de tirar o fôlego, com vista para a Baía de Guanabara e a Ponte Rio-Niterói, especialmente no horário do pôr do sol.

A subida ao terraço e o acesso ao café e ao restaurante são gratuitas. Para visitar as exposições, há uma opção de ingresso para o MAR + Museu do Amanhã.

Endereço: Praça Mauá, 5 – Centro – Rio de Janeiro/RJ
Funcionamento: terça de 10h às 19h; quarta a domingo de 10h às 17h.
Preço: R$ 20,00.

  • Entrada gratuita às terças-feiras.
  • Crianças de até cinco anos, pessoas a partir de 60 anos e estudantes e professores do ensino público não pagam.
  • Meia-entrada para menores de 21 anos, estudantes de escolas particulares e de universidades particulares e públicas, professores da rede privada, portadores de deficiência, nascidos ou residentes no Rio de Janeiro.
  • Bilhete único MAR + Museu do Amanhã: R$ 32,00.
  • Ingresso família para até quatro pessoas com o valor total de R$ 20,00 (apenas aos domingos).

Mais informações: (21) 3031-2741 / https://www.museudeartedorio.org.br/

Voltar ao índice do post

Museu Histórico Nacional

O Museu Histórico Nacional é o lugar ideal para quem gosta de história do Brasil ou quer conhecer um pouco mais a respeito.

Museu Histórico Nacional

Fundado em 1922, fica próximo à Praça XV e da estação das barcas em uma construção onde, no passado, ficava o Forte de Santiago, um dos pontos estratégicos de defesa da cidade.

O acervo do Museu Histórico Nacional inclui móveis, objetos e itens diversos de todos os períodos da história do Brasil, além de textos informativos e recursos multimídia. Entre os destaques, uma releitura das missões jesuítas, do artista plástico Carlos Vergara.

Também recebe exposições temporárias e oferece visitas mediadas, feitas com agendamento prévio.

O Museu Histórico Nacional foi reinaugurado em 2010 depois de passar por um processo longo de revitalização e ampliação, que recuperou parte da arquitetura original.  E ficou lindão! Uma das melhores estruturas de museus que já vi!

Tem boa infraestrutura, com obras e instalações bem preservadas, além de estar totalmente adequado à acessibilidade.

Endereço: Praça Marechal Âncora s/n° – Centro – Rio de Janeiro/RJ
Funcionamento: de terça a sexta de 10h às 17h30; fins de semana e feriados de 13h às 17h.
Preço: R$ 10,00.

  • Entrada gratuita aos domingos.
  • Crianças de até cinco anos e alunos e professores de escolas públicas (municipais, estaduais e federais) não pagam.
  • Meia-entrada para maiores de 65 anos e alunos de escolas particulares com agendamento.

Mais informações: (21) 3299-0324 / http://mhn.museus.gov.br/

Voltar ao índice do post

Museu Nacional de Belas Artes

O Museu Nacional de Belas Artes é um dos museus de arte mais importantes do Brasil e funciona em um prédio tombado pelo Patrimônio Histórico na região da Cinelândia, no centro da cidade.

Em seu acervo estão mais de 70 mil itens entre pinturas, esculturas, documentos, gravuras, desenhos e objetos em geral, incluindo algumas obras trazidas para o Brasil por D. João VI.

Há muito para ser visto no Museu Nacional de Belas Artes, especialmente para quem gosta de arte e de história. Obras famosas como a Primeira Missa no Brasil, de Vitor Meireles, e de nomes como Debret na Galeria de Arte Brasileira do Século XIX. Quadros dos séculos XX e XXI de grandes artistas como Tarsila do Amaral, Cândido Portinari, Di Cavalcanti, entre outros, na Galeria de Arte Brasileira Moderna e Contemporânea. E mais de 100 esculturas de gesso entre originais e réplicas dos períodos gregos e romanos nas Galerias de Moldagens.

Ao observar cada um desses espaços é possível ter um panorama do desenvolvimento do país ao longo dos anos, já que as obras mostram paisagens, costumes e pessoas de cada época. Em frente aos quadros maiores há alguns bancos pra quem prefere se sentar e contemplar com calma. Há, também, salas de exposições temporárias.

► Não deixe de ver nossas informações sobre a Cinelândia para aproveitar ainda mais sua visita.

Endereço: Avenida Rio Branco, 199 – Centro – Rio de Janeiro/RJ
Funcionamento: de terça a sexta de 10h às 18h; fins de semana e feriados de 13h às 18h.
Preço: R$ 8,00.

  • Entrada gratuita aos domingos.
  • Estudantes da rede pública, professores de órgãos reconhecidos pelo MEC e pessoas com mais de 65 anos não pagam.
  • Ingresso família para até quatro pessoas com o valor total de R$ 8,00.

Mais informações: (21) 3299-0600 / https://mnba.gov.br/portal/

Voltar ao índice do post

Museu da República

O Museu da República é mais um museu importante para a história do Brasil. A construção, inaugurada em 1897 com o nome de Palácio Nova Friburgo, foi adquirida pelo governo federal em 1896, quando passou a se chamar Palácio do Catete e virou sede da presidência durante o período em que o Rio de Janeiro foi capital do país. Depois da transferência da capital para Brasília, se transformou em um museu.

Os muitos cômodos com mobiliário da época, o estilo arquitetônico, as pinturas no teto e paredes, os itens de decoração e obras de arte chamam a atenção durante a visita ao Museu da República.

Palco de diversos acontecimentos marcantes, o museu tem como um dos destaques o quarto onde o ex-presidente Getúlio Vargas se matou em 1954. A arma usada por ele e o pijama, onde é possível ver o furo da bala e as manchas de sangue, estão expostos.

Nos fundos do museu tem um jardim enorme, com lago, patinhos, pista de caminhada, muito verde, lanchonete e um cinema com filmes mais alternativos e culturais. O espaço de lazer do Museu da República tem sempre muitas famílias, especialmente nos fins de semana. Eventualmente também recebe eventos, como apresentações musicais, exposições fotográficas e feiras diversas.

Endereço: Rua do Catete, 153 – Catete – Rio de Janeiro/RJ
Funcionamento: de terça a sexta de 10h às 17h; fins de semana e feriados de 11h às 18h.
Preço: R$ 6,00.

  • Entrada gratuita às quartas e aos domingos.
  • Crianças de até 10 anos, professores e maiores de 60 anos não pagam.
  • Meia-entrada para estudantes e menores de 21 anos. O acesso ao jardim é gratuito.

Mais informações: (21) 2127-0324 / http://museudarepublica.museus.gov.br/

Voltar ao índice do post

Espaço Cultural da Marinha (Museu da Marinha)

O Espaço Cultural da Marinha (ECM) abrange diversos espaços e conta com vários atrativos ligados ao trabalho da marinha e à história do Rio de Janeiro.

Na parte do Museu Naval ficam o Submarino Riachuelo, o Helicóptero Sea King, a Nau dos Descobrimentos, o contratorpedeiro Bauru e o carro de combate Cascavel. Em alguns desses é possível entrar para conhecer as instalações, sempre com supervisão de funcionários. Há também painéis e réplicas de personagens históricos que ajudam a ilustrar cada período.

Espaço Cultural da Marinha

É do Espaço Cultural da Marinha que partem as embarcações que levam até a Ilha Fiscal, local famoso por ter sido onde aconteceu o último baile do Império brasileiro, dias antes da Proclamação da República em novembro de 1889. A visita guiada mostra as dependências do espaço, que se assemelha a um castelinho. Destaque para a bela vista do Pão de Açúcar.

Há três tipos diferentes de ingresso: apenas para o ECM; para a Ilha Fiscal com direito ao ECM; ou passeio marítimo pela Bahia de Guanabara com direito ao ECM.

Nós já fizemos todos esses 3 roteiros e estou devendo um post mais detalhado aqui pra vocês. ☹

Endereço: Rua Alfred Agache, 215 – Boulevard Olímpico – Praça XV – Rio de Janeiro/RJ
Funcionamento: de terça a domingo de 11h às 16h30. A visita à Ilha Fiscal e o Passeio Marítimo possuem horários fixos. Por serem atrações abertas, podem não funcionar em dias de chuvas fortes ou mudanças de tempo.
Preço: R$ 12,00 apenas ECM; R$ 36,00 Ilha Fiscal + ECM ou passeio marítimo + ECM. A procura é grande e o ideal é já garantir seus ingressos no horário de abertura.

  • Crianças de até dois anos não pagam.
  • Meia-entrada para estudantes, menores de 21 anos e maiores de 60, professores, portadores de necessidades especiais, militares e dependentes.

Mais informações: (21) 2532-5992 / 2233-9165   https://www.marinha.mil.br/dphdm/espaco-cultural-da-marinha

Voltar ao índice do post

Museu de Arte Urbana do Porto

O Porto Maravilha (Orla Conde), famoso por ter sido o Boulevard Olímpico durante as Olimpíadas do Rio, na região portuária do Rio de Janeiro, se transformou em um grande museu a céu aberto que abrange os bairros do Centro, Santo Cristo, Gamboa e Saúde.

Museu de Arte Urbana do Porto

São mais de três quilômetros de extensão com mais de 50 painéis e grafites que podem ser vistos em dois roteiros diferentes, ambos feitos a pé.

Inaugurado oficialmente no fim de 2018, o Museu de Arte Urbana do Porto (MAUP) foi inspirado no bairro Wynwook, de Miami, nos Estados Unidos. A iniciativa tem como objetivo fomentar a arte urbana na cidade. Outro projeto é capacitar jovens moradores da região para que possam atuar na pintura de fachadas.

Entre os artistas com obras no local estão os brasileiros Eduardo Kobra, Rita Wainer e Panmela Castro e os internacionais Pantonio (português) e Brusk (francês). No edifício Aqwa Corporate funciona uma sede física do Museu de Arte do Porto, o Maup Art Center, com uma loja de souvenires, galeria e possibilidade de agendar visitas guiadas.

► Veja o post que já publicamos sobre o Porto Maravilha do Rio de Janeiro.

Endereço: Boulevard Olímpico – Rio de Janeiro/RJ
Funcionamento: sempre.
Preço: gratuito. Visitas guiadas com preços sob consulta.

Mais informações: (21) 98081-3974 /  http://maup.rio/

Voltar ao índice do post

Conclusão

O Rio de Janeiro é riquíssimo em arte e cultura. Não é pra menos que a cidade possui diversos museus. Em nossa seleção, escolhemos os principais museus que agradarão, sem dúvidas, crianças e adultos.

O Museu do Amanhã com sua pegada reflexiva, os Museus Histórico Nacional, da República e da Marinha contando um pouco da história do Brasil e os Museus de Arte do Rio, de Belas Artes e do Porto Maravilha representando as diversas expressões de artes plásticas.


Gostou das nossas sugestões de melhores Museus do Rio de Janeiro? Então, se estiver de viagem marcada para a Cidade Maravilhosa, deixe um espacinho no seu roteiro e, além das praias e dos pontos tradicionais, como o Cristo Redentor e o Pão de Açúcar, inclua também alguns dos museus do Rio de Janeiro!

*Esse é um blog independente e todas as opiniões, recomendações e sugestões são baseadas em experiência própria.*

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.