LIMA-PERU-MIRAFLORES

Roteiro 2 dias em Lima/Peru – Conhecendo Miraflores

*Viagem de casal em Junho de 2016.

Olá! Desculpem a demora! As coisas estão um pouco corridas, mas não perdi a vontade de relatar toda nossa experiência no Peru para vocês.

Hoje vou contar como foi nossa chegada em Lima, nossas primeiras providências e nosso roteiro do 1º dia.

Adianto que Lima não é uma cidade que me encantou. Apesar do Bairro de Miraflores ser bem arborizado e cuidado e do Centro Histórico ser bem interessante, nada me fez ficar fascinada. Em minha opinião só vale a pena por não existir voos diretos até Cusco e o stopover ser grátis.

Para não perder nenhuma postagem, que tal seguir o Vem que te Conto no Facebook, no Instagram e no Twitter?

Chegada em Lima/Peru e Primeiras Providências:

Nosso Voo da Avianca chegou no horário previsto (09:15 hora local). Mas a imigração foi um pouco enrolada e saímos mais tarde do aeroporto do que o planejado.

Nas nossas pesquisas de onde ficar em Lima sempre aparecia o bairro/distrito de Miraflores como o local ideal. E depois de análises de vários hotéis na região (preço, localização e avaliações) escolhemos o Tierra Viva Miraflores Larco. Vou fazer Temos um post específico sobre Onde se hospedar no Peru, mas já adianto que as escolhas foram certeiras!

Li muitas coisas sobre ter que negociar preços com taxistas, pois em Lima (no Peru todo) eles não usam taxímetro. Isso me incomodou bastante no planejamento! Se tem uma coisa que DETESTO é ter q negociar preços, ainda mais em outro idioma. Decidimos, então, que teríamos que ter um transfer pré-agendado para nos levar do aeroporto ao hotel. Um transfer de confiança num preço justo.

Nossa primeira opção de transfer foi negociar no próprio hotel: 70 soles ou 25 dólares. Continuei minhas pesquisas em busca de um valor melhor e encontrei várias empresas, dentre as quais selecionei a Taxi Datum (http://taxidatum.com/) com o valor de 60 soles ou 20 dólares (fiz a reserva pela internet, não paguei nada antecipadamente e o motorista estava esperando no saguão com uma plaquinha com meu nome). Também teria a opção de usar a Taxi Green (50 soles), mas eles não aceitam reserva antecipada e eu teria que procurar pelo guichê no saguão.

O aeroporto fica bem longe de Miraflores. Calculo que levamos mais de 40 minutos para chegar. Nessa hora o fuso horário já estava afetando e a fome apertando (são 2 horas a menos que no Brasil).

Já havia pré-combinado com o hotel um possível early check in, o qual foi facilmente atendido. Estava super cansada da viagem e ainda corria o risco de só poder entrar no quarto às 2 da tarde. Ainda bem que deu tudo certo!

Precisávamos, antes do almoço, resolver algumas questões práticas de câmbio e chip!

No mapa acima o Hotel Tierra Viva Miraflores Larco no centro, em vermelho. No alto 2 supermercados, em verde. Casa de câmbio no canto inferior esquerdo, em roxo. E farmácia no lado esquerdo, em azul.

Câmbio de aeroporto nunca é uma boa pedida! Então não aconselho ninguém a trocar reais/dólares por soles no aeroporto. Deixe para fazer isso em Lima (ou melhor ainda: em Cusco!!!)

Em Lima existem várias casas de câmbio na região das Avenidas Pardo e Larco. Muitos cambistas de rua também! Eu, particularmente, não curto a ideia de trocar dinheiro no meio da rua, mesmo que a cotação seja mais vantajosa.

Mas havia uma casa de câmbio na esquina do hotel (Unión express – Avenida Larco, 799, esquina com calle San Martin) . Não pensamos 2 vezes. Por mais que a cotação não fosse a melhor (não vi o valor em nenhuma outra casa de câmbio para confirmar), a praticidade e facilidade de não ter que andar pra longe e morrendo de fome compensava. Trocamos dinheiro nessa casa umas 3 vezes e o câmbio girava em torno de 0,76 soles por cada 1 real (junho-2016).

Já a busca pelo chip de celular não fluiu tão bem. Apesar do Ricardo Freire (viajenaviagem.com) ter explicado todos os pormenores de como adquirir e habilitar um chip pré-pago em Lima, não consegui nenhum lugar que vendesse o chip. Tá certo que eu não busquei nos locais mais longe do hotel (lembram da fome???).

Desistimos do chip e seguimos para o nosso roteiro do dia.

Procurando hospedagem em Lima? Utilize o banner do Booking localizado na lateral direita do blog, ou esse link aqui. Reservando seu hotel através da nossa página você não paga nada a mais por isso e ainda fornece uma pequena comissão para o blog.

+ Acesse também nosso post com as nossas dicas de Hospedagem.

Roteiro Lima – dia 1 – Conhecendo Miraflores:

Antes preciso alertar uma coisa: estão vendo no mapa o meu traçado em azul e uma via em amarelo mais na beira mar? A cidade de Lima foi construída no alto das falésias, o que seria uma proteção contra possíveis tsunamis. A minha rota em azul está na parte alta dessas falésias. Já a via em amarelo, fica na parte baixa, na orla propriamente dita.

Nosso roteiro começava com uma caminha até o Shopping Larcomar para almoçar.

      • Shopping Larcomar:

É um shopping a céu aberto que foi construído na encosta, aproveitando as falésias da cidade. Quem vai ao Shopping caminhando, corre um grande risco de não encontrá-lo, pois ele não está no nível da rua. Na orla alta, em frente ao hotel Marriot, existe uma praça, com chafariz, uma área aberta bem bonitinha. O shopping fica no andar de baixo! É preciso procurar as escadas ao fundo para efetivamente descer ao Shopping. É um shopping maior do que aparenta ser. Possui diversas lojas de marcas renomadas, bons restaurantes, bons cafés, cinema, boliche, e muito mais. Achei um passeio bem agradável e ele acaba funcionando como um mirante. Sem dúvidas vale a visita.

Shopping Larcomar-Lima/Peru
A foto não está nada boa, mas dá para identificar o Shopping Larcomar incrustado na falésia.
Vista do shopping Larcomar - Lima/Peru
Vista do Mirante do Shopping Larcomar – Lima – Peru. Na foto de baixo o Restaurante La Rosa Nautica, mar a dentro.
      • Aproveitamos e almoçamos no Restaurante Mangos no próprio shopping Larcomar. Também vou fazer Temos um post sobre os restaurante que testamos nessa viagem, mas posso adiantar que o Mangos foi uma perfeita escolha. Desde o atendimento até a sobremesa, tudo muito maravilhoso. Tente conseguir uma mesa na área externa. O frio é quebrado com aquecedores e a vista é muito legal.
      • Depois do almoço a nossa intenção era alugar bicicletas para fazermos o roteiro pelas praças até o Farol (Miraflores Lighthouse no mapa acima). Existe na praça que fica no “teto” do Shopping Larcomar um quiosque de aluguel de bicicletas. Mas acabamos optando por fazer o percurso a pé mesmo.
      • Malecón de Miraflores:

O trajeto é todo pelo Malecón (calçadão), possui área para pedestres e ciclovia. Uma caminha bem agradável pelo meio de vários pequenos parques verdes.

Malecon de Miraflores - Lima/Peru
Malecón (calçadão) de Miraflores – Lima – Peru
      • Parque del Amor:

Chegamos até o Parque del Amor. Esse parque é famoso pela escultura El Beso (O beijo) e por ter muros de ladrilhos semelhantes às obras de Gaudí, em Barcelona. Mas confesso que essa foi a minha primeira grande decepção de Lima: o parque é minúsculo!!! Tem até uma bonita vista do Oceano Pacífico, mas nada diferente do que pode ser visto de diversos outros pontos da orla. Esperava realmente mais. 😦

Escultura El Beso-Parque Del Amor-Lima/Peru
Escultura El Beso – Parque Del Amor – Lima/Peru
      • O calor começou a apertar (era por volta de 13:30) e o cansaço tomou conta. Resolvemos, então, voltar ao hotel para descansar já que a madrugada tinha sido praticamente sem dormir.
      • Museu Larco:

      • Tínhamos um jantar marcado para as 8 da noite no restaurante Huaca Puclana o qual resolvemos desmarcar, já que faríamos a visita ao sítio arqueológico no nosso último dia. Nossa ideia era trocar por algo menos formal e optamos por fazer um lanche/jantar no café do Museu Larco. O museu estaria aberto até às 10 da noite e aproveitaríamos para visitá-lo. Esse lanche/jantar foi minha segunda grande decepção de Lima. Desde o atendimento até a comida, PÉSSIMO! Não posso recomendar de forma alguma!
      • O percurso do hotel até o Museu Larco foi feito de táxi reservado pelo próprio hotel. No retorno o próprio Museu pediu o táxi para a gente. Nesses casos eles usam carros melhores que cobram baseados no valor dado pelo aplicativo easytaxi. No nosso caso, cada trecho (ida e volta) custou 18 soles. Achei o valor bem em conta para um percurso de cerca de 30 minutos.
      • Se o jantar no café do Museu foi algo para ser esquecido, o mesmo não posso dizer da exposição. Um catálogo riquíssimo de obras desde cerâmicas e têxteis até objetos de ouro que contam um pouco a história do Peru antigo. Não deixem de visitar! *Existe uma sala fora do prédio principal onde estão expostos objetos de “arte erótica” também da época do Peru antigo. *
Museu Larco-Lima/Peru
Museu Larco – Lima/Peru

O Museu funciona de segunda a domingo, das 9:00 as 22:00. Ingressos custavam 30 soles por adulto. http://www.museolarco.org/visita-el-museo/informacion-para-el-visitante/

E assim terminava o nosso primeiro dia em Lima! Na continuação o relato do nosso 2º dia com Centro Histórico e Chá da tarde no Restaurante La Rosa Náutica (aquele “mar adentro”)! 🙂

O nosso roteiro completo pelo Peru pode ser visto aqui!

+ Confuso para montar o roteiro? Que tal o Guia Peru: lugares incríveis para te ajudar? 202 páginas de muitas dicas e informações por apenas R$15,90. Para comprar, clique no banner abaixo.

Guia Peru Lugares Incríveis


Banner 2


+ Veja mais sobre o Peru:

PERU: ROTEIRO 7 DIAS E PRIMEIRAS INFORMAÇÕES

CHEGADA EM LIMA, PRIMEIRAS PROVIDÊNCIAS E PASSEIO POR MIRAFLORES

CENTRO HISTÓRICO DE LIMA

HUACA PUCCLANA E CHEGADA EM CUSCO

TEMPLOS E RUÍNAS INCAS EM CUSCO

VALE SAGRADO E CAMINHO PARA MACHU PICCHU

MACHU PICCHU – DICAS PRÁTICAS PARA ASSISTIR AO NASCER DO SOL NA CIDADE PERDIDA DOS INCAS

DESPEDIDA DE CUSCO

DICAS DE RESTAURANTES NO PERU – LIMA E CUSCO

DICAS DE HOSPEDAGENS NO PERU – LIMA, CUSCO E MACHU PICCHU


*Esse é um blog independente e todas as opiniões, recomendações e sugestões são baseadas em experiência própria.Reservando através de algum link do programa de afiliados no nosso blog, você não pagará nada a mais por isso e ainda contribuirá com uma comissão para ajudar o blog a melhorar cada vez mais.*


Na hora de planejar e reservar as viagens, lembre-se que você pode fazer as reservas de hotéis, carros e seguro viagem diretamente no nosso blog. Você não paga nada a mais por isso e ainda contribui com uma comissão para ajudar o blog a melhorar cada vez mais.

Nós só indicamos os serviços que testamos e aprovamos.

13 comments

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s